Início

Toopeneus.com Portugal > Conselhos técnicos - serviço de venda discount de pneus na Internet. Encontre todas as grandes marcas à preço baixos.

Conselhos técnicos



1 - Decifrar as informações marcas sobre o pneu

Esquema : As informações marcas sobre o flanco do pneu

As inscrições sobre o flanco do pneu dão varias informações sobre as suas características e utilização.
As denominações básicas são sempre as mesmas, foram normalizadas por todo o mundo.
Encontra-se obviamente a marque comercial do fabricante assim como o modelo, e com um grupo de números e de letras, por exemplo
205/65/R15 91V.

- Os 3 primeiros números (ex. 205) correspondem a Largura da banda ou seja a parte esculpida do pneu, que esta em contacto com o piso : é dada em milímetros. Para certos pneus, momeadamente os 4X4 ; este dado pode ser expresso em polegadas.

- O número seguinte (aqui 65) indica o relatório entre a Altura do flanco e a largura do pneu : é uma percentagem. Não é indicado se for igual à 80%.

- A letra (R) indica o tipo de estrucura do pneu : hoje em dia , excepto alguns pneus para veículos de coleção, toda a produção é composta de pneus de carcaça Radiale, denominação identificada por a letra R.
A letra (D), quase sempre, para pneus mota : estructura diagonal cintado.

- O número seguinte (ex. aqui 15) indica o Diâmetro interior do pneu e corresponde ao Diâmetro da sua jante ; é dado em polegadas (Inches). Para certos tipos de veículos : turismo, utlitários, 4X4, ou pesados, o número pode ter meia unidade, por exemplo : 22,5 polegadas.

- O número seguinte (91) é o índice de Carga : : um índice de 91 indica uma carga máxima de 450 kg por pneu (ver tabela dos índices de carga).

- Finalemente, a letra (V) é o índice de Velocidade : aqui V indica à velocidade máxima à qual deve rolar um pneu (ver tabela dos índices de velocidade).

A flecha, indica o sentido de rotação do pneu ou seja o sentido de montagem do pneu. Em caso de ausência da flecha o pneu pode ser montado em ambos sentidos.

Topo da página

2 - Marcações específicas


M+S Mud & Snow (lama e neve) : Pneu inverno

XL, EL, RF (extraload - reinforced) : Pneu reforçado com um índice de carga superior ao pneu sem anotação

MFS, FR, ML : protege o pneu contra os danos causados por os passeios (para jantes especiais)

RunFL, EUFORI* @ E, Pax, RFT : pneu previsto para rolar em plano, em inglês, Run Flat

BSW significa que o flanco do pneu é preto, inglês : Black Side Wall

OWL ou ORWL as inscrições no flanco do pneu são brancas, em inglês : Off White Letter (4x4)

Demo, Demont : Pneu montado e desmontado, novo e garantido

DA : Pneu com defeito de aspecto, segunda escolha com as mesmas garantias do fabricante

B ou AU : Pneu homologado pela Audi
A* ou * : Pneu homologado pela BMW
J : Pneu homologado pela Jaguar
MO, MB ou A-MO : Pneu homologado pela Mercedes
PE : Pneu homologado pela Peugeot

Topo da página

3 - Tabela dos índices de carga e de velocidade


Índices de velocidade

Letra Código Velocidade máxima em km/h
J 100
K 110
L 120
M 130
N 140
P 150
Q 160
R 170
S 180
T 190
U 200
H 210
V 240
W 270
Y 300
ZR > 240

Índices de carga

Índice Carga em Kg Índice Carga em Kg
80 450 103 875
81 462 104 900
82 475 105 925
83 487 106 950
84 500 107 975
85 515 108 1000
86 530 109 1030
87 545 110 1060
88 560 111 1090
89 580 112 1120
90 600 113 1150
91 615 114 1180
92 630 115 1215
93 650 116 1250
94 670 117 1285
95 690 118 1320
96 710 119 1360
97 730 120 1400
98 750 121 1450
99 775 122 1500
100 800 123 1550
101 825 124 1600
102 850 125 1650

Topo da página

4 - Manutenção dos pneus


Um pneu correctamente insuflado garante segurança, economia e contibui para a proteção do ambiente.

O enchimento suficiente permite reduzir o consumo de combustível, aumentar o rendimento quilométrico e mesmo prevenir certos acidentes.

Os pneus são os únicos elemento de ligação entre o automóvel e a estrada, mas são frequentemente negligenciados. Devem ser controlados periodicamente , por isso aconselhamos uma verificação mensal da pressão de enchimento.

Com o enchimento insuficiente, certos dispositivos de segurança, como os sistemas (ABS), de regulação e de antipatinagem podem deixar de funcionar correctamente.

Uma pressão inferior em 10% com relação à pressão recomendada pode tornar a condução perigosa. O pneu com pressão insuficiente pode rebentar : os flancos do pneu dobram , deformam-se, aquecem o que pode provocar prejuízos graves.

Para controlar a pressão dos seus pneus, prefire um manométro portátil ; mais fiável !

  • A pressão dos pneus deve ser verificada à frio, o seu veículo não deve ter percorido mais de 5 quilómetros.
  • Verifique que os pneus não sejam danificados, sobretudo após um choque (passagem num burraco ou contra um passeio ou num piso acidentado). Os pneus não podem apresentar « corcovas » (« hérnias »), corte, rache ou qualquer deformação; o pneu danificado pode rebentar em qualquer momento.
  • Verifique que os pneus não apresentam desgaste excessivo ou não homogéneo. Um desgaste não homogéneo pode ser provocado por um defeito de geometria ou de alinhamento ; o que necessita a intervenção dum especialista.
  • Cada válvula deve ter uma tampa : apertada a mão.
  • Verifique a pressão dos pneus periodicamente, sobretudo antes de viagens longas.
Os pneus « fora de estação », montados, devem ser armazenados deitados ou uns en cima dos outros.

Topo da página

5 - Substituição dos pneus

Deve imperativamente escolher pneus com as mesmas características que os antigos ou referir-se às recomendações do fabricante.

Pode escolher pneus todas estações, pneus inverno ou verão, pneus mais confortáveis ou eficientes, em função dos critérios procurados e da sua condução ; sempre em acordo com as recomendações e homologações do construtor.

É preferível montar pneus novos atrás : sendo assim, se susbtituir só dois pneus, pode permutar as rodas dianteiras e traseiras.

Rodagem dos pneus : circule à velocidade moderada durante os 300 primeiros quilómetros, especialemente em estrada molhada. Após 150 quilómetros, controle o aperto das rodas.

Topo da página

6 - Legislação / Código da circulação

Os pneus dum mesmo eixo, dianteiros ou traseiros devem apresentar características comercíais e técnicas idênticas.

Desde Outubro 2000, os pneus automóvel são controlados à nível de dimenções, e índices de carga e de velocidade.
A partir de Janeiro 2003, os pneus dum mesmo eixo devem apresentar as mesmas características simétricas : marca, design e nível de desgaste.

As características técnicas dos 4 pneus devem ser iguais ou superiores aos dados fornecidos pelo fabricante - em caso contrário pode estar em infracção, ser refusado à vistoria e em caso de acidente a sua asseguradora não o cubrir.

Código da circulação sobre o gasto dos pneus :

" A diferença de profundidade das ranhuras principais entre 2 pneus montados sobre um mesmo eixo não pode exceder 5 milímetros ".

" O vestigio de desgaste de 1,6 milímetros indica a altura de borracha mínima legal ".

Topo da página

7 - Léxico do pneu


  • Alfanumérico : Sistema de dimensionamento de carga dos pneus, que contem a capacidade de carga, o tipo de construção, o relatório de aspecto e o diâmetro da jante em polegadas.
  • Aquaplaning : perda de aderência causada pela película de água entre o pneu e opiso.
  • Banda de rolamento : Superfície de contacto do pneu com o piso.
  • Capacidade de carga : carga que pode suportar um pneu com uma pressão determinada em acordo com a Tire and Rim Association.
  • Carcaça : Napa têxtil que une os talões e que suporta a carga exercida sobre o pneu.
  • Classificação UTQG : Classificação Uniform Tire Quality Grade. Mede o nível de rendimento dum pneu em função de três dados : desgaste da banda de rolamento, aderência ao aquecimento.
  • Designação métrica dos pneus : Designação do pneu com a sua largura em milímetros,o índice de velocidade, o tipo de construção, o relatório de aspecto e o diâmetro da jante em polegadas (por exemplo 205/65 HR15).
  • DOT : Departamento de Transportes dos Estados Unidos , indica que um pneu é conforme as exigências do DOT.
  • Hombro : Borde exterior da banda de rolamento do pneu.

  • Équilíbrio : Repartição da massa dum conjunto Pneu-Roda em relação ao eixo de rotação.
  • Flanco : Parte lateral do pneu, entre o hombro da banda de rolamento e o talão.
  • Índice de carga : código numérico que corresponde a carga máxima que um pneu pode suportar.
  • Índice de velocidade : código numérico que corresponde a velocidade máxima que um pneu pode suportar.
  • Métrico LT : Sistema de dimensionamento do pneu com a largura de perfíl em milímetros, relatório de aspecto, tipo de construção e o diâmetro em polegadas (por exemploLT235/85R16).
  • Métrico LTP : Sistema de dimensionamento novo (1992) para camiões ligeiros que utiliza a largura de perfíl em milímetros, relatório de aspecto, tipo de construção e o diâmetro em polegadas (por exemploLTP235/75R15).
  • Mistura: misturar os ingredientes que fazem parte da composição da borracha utilizada para fabricar os pneus.Os produtos químicos e as misturas influem o uso, aderência, resistência.
  • M+S, M/S or M & S : designação sobre o flanco confirmando que o pneu concorda com a definição da RMA dum pneu neve e lama.
  • Nervuras : elementos de borracha da banda de rolamento em contacto com o piso, as nervuras são geralmente orientadas no sentido da circunferência.
  • Parallelismo : ângulos descritos pelos eixos dos pneus e da suspensão em relação ao piso.Também o ajustamento das rodas e do veículo para contribuir ao gasto correto dos pneus.
  • Tela : fibra de poliéster, rayon, nylon ou aço que dá força a carcaça e as cintas do pneu.
  • Pneu radiale : pneu construido com as telas da carcaça que cruzam-se no cimo com ângulo de 90 graus.
  • Assento do talão : Lugar onde o pneu posa sobre a jante para selar o ar dentro do pneu.
  • Inflado em frio : Pressão do pneu que endou menos de 1 mille ou que esta em reposo por mais de 3 horas.
  • Ranuras : Ranuras geralmente colocadas na banda de rolamento para facilitar a tracção sobre o piso molhado.
  • Relatório de aspecto : Relatório dimensional do pneu com a altura e a largura de secção do pneu.
  • Recauchutar : Restaurar pneus desgastados, aplicando nova camada de borracha.
  • Sistema numérico : Sistema de dimensionamento de pneus que utiliza a grossura de perfíl e o diâmetro da jante em polegadas (por exemplo, P225/70R15).
  • Sistema métrico P : sistema de dimensionamento de pneus que utiliza a largura de perfíl em milímetros, relatório de aspecto, tipo de construção e o diâmetro em polegadas (por exemplo P225/70R15).
  • Series : Elementos de designação do tamanho dum pneu que mostra o relatório entre a altura do pneu e da sua largura. Chama-se tambem relatório d’aspecto do pneu.
  • TWI : Tread Wear Indicator, indicadores de desgaste, 1,6 milímetros é a mínima legal.








Topo da página

Livraison offerte*
Em stock ou reembolsado
Pagamento seguro
Conformidade Ambiental

Pagamento protegido